Associação de Pacientes realiza encontro das frentes parlamentares pela causa e campanha de conscientização em Brasília  

Dia 29 de outubro comemorou-se internacionalmente o Dia Mundial pela Psoríase. A Psoríase Brasil, associação sem fins lucrativos, realiza ações em todo o País para conscientizar sobre a doença e buscar apoio e comprometimento do SUS com a oferta de tratamento adequado aos pacientes. A Associação ajudou a criar três Frentes Parlamentares no Brasil, pela Psoríase e Artrite Psoriásica. O Congresso Nacional (DF) e as Câmaras de Vereadores de Porto Alegre (RS) e Esteio (RS) têm parlamentares apoiando a causa e buscando melhorar as políticas púbicas à doença. Entre as últimas conquistas da Psoríase Brasil e das frentes parlamentares está a indicação do Ministério da Saúde de inclusão de medicamentos biológicos no atendimento pelo SUS. A definição da CONITEC saiu em outubro e foi um trabalho de pressão sobre o Ministério da Saúde para sua inclusão. Os biológicos são medicamentos de última geração e, pelo alto custo, havia resistência do poder público de incorporá-los no protocolo de tratamento da doença.

Em Brasília, a campanha do Dia Mundial pela Psoríase será no Espaço Mário Covas da Câmara dos Deputados, no Congresso Nacional, dias 07 e 08 de novembro. Na ocasião, a equipe vai conversar com o público, distribuir materiais informativos e projetar dados em telão instalado no local. A Psoríase Brasil realiza o Café da Manhã de Abertura do Dia Mundial, em 07/11, reunindo membros das Frentes Parlamentares do Congresso Nacional (DF), de Porto Alegre (RS) e de Esteio (RS) para balanço de 2018. Cidades como Porto Alegre, Vale do Rio Pardo (RS), Macau (PE), Maringá (PR), São Paulo (SP), Esteio (RS), entre outras, também terão atividades na Campanha de 2018.

O Dia Mundial da Psoríase foi determinada em 2014 pela Organização Mundial da Saúde (OMS) para marcar o trabalho pelos pacientes e a busca de políticas públicas para o diagnóstico e o tratamento à doença, que atinge cerca de 125 milhões de pessoas no mundo. Estima-se que, no Brasil, ao menos 2% da população padeçam com a doença. O mote da Campanha do Dia Mundial da Psoríase 2018 é alertar sobre as comorbidades geradas pela doença. Pessoas com psoríase têm maior risco de desenvolver artrite psoriásica, doenças cardiovasculares, doenças inflamatórias intestinais, diabetes, obesidade, além de outras patologias. Dados apontam que 30% dos pacientes com psoríase são diagnosticados com artrite psoriásica e têm 43% mais chances de apresentar acidente vascular cerebral, além de outras estatísticas de comorbidades severas. Portanto, ao se tratar a psoríase, não se previne apenas as manifestações apresentadas na pele, mas também se diminui o risco de desenvolvimento de doenças graves associadas a ela.